sábado, 12 de setembro de 2009

(...)

Quero festa, quero sossego, quero dançar, rir até doer a boca, quero dormir, mas a companhia não vem, tampouco o sono, não sei se é antítese ou mais um paradoxo.Criei algo inútil e pequeno, é esse vazio do descontentamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário