sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Aprendendo a gostar do sol.

Só por hoje
Não murmurarei, nem
mencionarei você
em minhas conversas
Só por hoje
te deixarei respirar,
pois sei o quanto é
difícil sufocar e ser sufocado
amar e não ser amado
Sofrer,
assim calado
Mas, por hoje
Só por hoje
sorrirei mesmo que
não esteja feliz
Só por hoje,
não reclamarei do sol ardente
feito ferro em brasa, pois
as nuvens escuras
ainda aparecerão,
e com elas
Só por hoje
expulsarei a solidão.

7 comentários:

  1. E é se permitindo, dia após dia, esta independencia da alma, que se volta a conhecer a si mesmo e a andar no caminho da vida.

    ResponderExcluir
  2. Nayara,
    A beleza das palavras como ela relata em cada parágrafo é perfeita!
    Ta lindo Brú.

    ResponderExcluir
  3. Pudim é essa a idéia que precisamos todos os dias, uma gotinha de motivação faz a diferença..

    ResponderExcluir
  4. Amoraaa... agora eu sempre vou visitar você aqui ! Amei o texto ^^ saudades de vocÊ ! Beijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Tá de parabéns Bruna! Eu não sabia que você escrevia tão bem! =D

    Mais uma gotinha pra sua coleção!

    Murilo

    ResponderExcluir
  6. Eu amei isso, quantas vezes eu mesmo fingi estar feliz e ignorei um monte de coisa,
    mas me pergunto
    e amanhã?

    ResponderExcluir